Quarta, 19 de Junho de 2024
83 998222992
Anúncio
Geral ESTUPRO

Foto: Agência Brasil

Além do avô, outros parentes da vítima também foram sentenciados por tentativas de estupro.

09/06/2024 12h48
Por: Jose antonio balbino da silva Fonte: Com Agência Brasil.ebc/MÍDIA PARAÍBA
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Um idoso de 74 anos foi condenado a 31 anos e três meses de prisão por estuprar a própria neta, em Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará. A sentença foi proferida pelo juiz Vinícius Rangel Gomes, titular da 1ª Vara de Cascavel. A jovem conviveu com o crime de forma continuada pelo período de dois anos.

Segundo a sentença, os elementos colhidos durante o inquérito policial e a instrução processual atestaram a conjunção carnal. O magistrado destacou na decisão que a autoria foi provada por meio da “existência de registros de imagens e vídeos captados pela própria vítima”.

Segundo a sentença, os elementos colhidos durante o inquérito policial e a instrução processual atestaram a conjunção carnal. O magistrado destacou na decisão que a autoria foi provada por meio da “existência de registros de imagens e vídeos captados pela própria vítima”.

A adolescente, atualmente com 15 anos, conseguiu filmar o último estupro em 7 de julho de 2023, em Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza. As gravações foram essenciais para a condenação, comprovando os abusos que ocorreram durante dois anos.

Após a separação dos pais, a jovem foi morar na casa do avô, onde passou a ser abusada sexualmente. Durante esse período, o idoso entrava no quarto dela de madrugada, obrigando-a a manter relações sexuais.

Além do avô, outros parentes da vítima também foram sentenciados por tentativas de estupro. O tio e o tio-avô da jovem receberam penas de três e seis anos de prisão, respectivamente, a serem cumpridas em regimes aberto e semiaberto. Um dos acusados faleceu durante o processo, resultando na extinção de sua punibilidade.

O juiz Vinícius Rangel Gomes enfatizou que os depoimentos da vítima foram seguros, coesos e consistentes com as provas apresentadas. A gravação dos abusos pela própria adolescente foi fundamental para a comprovação da autoria dos crimes, reforçando a gravidade dos atos.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias