Quarta, 19 de Junho de 2024
83 998222992
Anúncio
Geral NA PB

VÍDEO: Jovem de Marizópolis revela que sofreu abusos do ex-padrasto desde os 9 anos; caso está sendo apurado

Em vídeo postado nas suas redes sociais, a estudante de 20 anos conta que no começo do relacionamento da sua mãe com o acusado, ele a presenteava com brinquedos. Mas após certo tempo, passou a cometer os estupros

03/06/2024 19h21 Atualizada há 2 semanas
Por: Mídia Paraíba Fonte: Por Diário do Sertão e Blog do Levi/MÍDIA PARAÍBA
Rebeca Pinho, de 20 anos (Foto: Redes Sociais)
Rebeca Pinho, de 20 anos (Foto: Redes Sociais)

A estudante Maria Rebeca Pinho da Silva, de 20 anos, residente na cidade de Marizópolis, Sertão da Paraíba, publicou nas redes sociais, no último dia 23/05, um vídeo relatando ter sofrido abusos sexuais praticados por seu ex-padrasto, um aposentado de 64 anos, quando ela ainda era uma criança de apenas 9 anos de idade. No desabafo, Rebeca afirma que sofreu abusos até 2021.

,A vítima relata que no começo do relacionamento da sua mãe com o acusado, ele a presenteava com brinquedos. Mas após certo tempo, passou a cometer os estupros. “Eu perdi a minha infância, perdi a minha inocência, com 9 anos eu já era uma mulher. Quando eu falo de abuso, é tudo que vocês possam imaginar”, diz Rebeca Pinho no vídeo postado.

O irmão de Rebeca – já falecido por acidente de carro – soube dos abusos em 2018. Ela conta que o irmão era seu “único refúgio”, mas não suportou continuar morando com o padrasto e foi embora para São Paulo viver com o pai. A mãe dela, por sua vez, só ficou sabendo dos fatos em 2021. A jovem justifica que não teve coragem de contar antes porque o acusado a ameaçava e a manipulava.

“Ele falava que ia me matar, matar minha mãe, ia fazer coisas que na cabeça de uma criança é um absurdo, e simplesmente eu cresci com isso até meus 18 anos. (…) É uma coisa que me atormenta muito, tenho pesadelos, ainda não sei muito bem lidar com isso, mas me sinto à vontade de falar isso com vocês”, desabafou.

Rebeca chegou a tentar suicídio três vezes ingerindo remédios. Desde então, é acompanhada por profissionais de saúde mental. Na postagem do vídeo, no Instagram de Rebeca, a mãe dela comenta dando apoio. “Filha, você é forte, e eu fico feliz por você ter tido essa coragem de expor seu trauma, te amo muito”, escreve a genitora.

Rebeca Pinho, de 20 anos (Foto: Redes Sociais)

Denúncia tramita desde 2023 na Delegacia de Polícia Civil

Um ano e quatro meses após a denúncia na Delegacia Distrital de Polícia Civil de Sousa, o acusado ainda não foi interrogado, mesmo 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias