Quarta, 19 de Junho de 2024
83 998222992
Anúncio
Geral BRASIL

Padre dá puxão em bebê durante batizado na Serra do Rio; atitude registrada em vídeo revolta família

Caso ocorreu em São Sebastião do Alto. Padre postou pedido de perdão na rede social da paróquia

27/05/2024 17h21 Atualizada há 3 semanas
Por: Mídia Paraíba Fonte: Por Isabella Chaboudt, g1 — São Sebastião do Alto/MÍDIA PARAÍBA
Por Isabella Chaboudt, g1 — São Sebastião do Alto
Por Isabella Chaboudt, g1 — São Sebastião do Alto

O comportamento de um padre ao batizar uma bebê de um ano deixou a família da criança indignada em São Sebastião do Alto, na Região Serrana do Rio. Imagens da cerimônia (vídeo abaixo), ocorrida no sábado (25), mostram o padre Ricardo Pinheiro da Silva Schueller dando um puxão para aproximar a cabeça da bebê até a pia batismal para finalizar o ritual.

foto: Reprodução

O caso ocorreu na Paróquia de São Sebastião. No mesmo dia, outras três crianças estavam sendo batizadas. Jhullie chorava no colo da mãe, que tentava mantê-la na direção da pia. No vídeo, a criança é puxada no momento em que Juliene se afasta um pouco da pia com a menina nos braços.

O comportamento de um padre ao batizar uma bebê de um ano deixou a família da criança indignada em São Sebastião do Alto, na Região Serrana do Rio. Imagens da cerimônia (vídeo abaixo), ocorrida no sábado (25), mostram o padre Ricardo Pinheiro da Silva Schueller dando um puxão para aproximar a cabeça da bebê até a pia batismal para finalizar o ritual.

O caso ocorreu na Paróquia de São Sebastião. No mesmo dia, outras três crianças estavam sendo batizadas. Jhullie chorava no colo da mãe, que tentava mantê-la na direção da pia. No vídeo, a criança é puxada no momento em que Juliene se afasta um pouco da pia com a menina nos braços.

“Nós estamos revoltados, nos sentindo impotente, não entendemos como alguém que era pra ser o representante da palavra pode agir assim com um ser tão inocente. Quero justiça! Isso não pode ficar impune”, disse a mãe, Juliane.

com o religioso. Após o ocorrido, o padre fez uma postagem na rede social da paróquia com pedido de perdão (veja ao final do texto).

A mãe explicou que a bebê estava desconfortável porque estava doente e, por isso, ela teria reclamado algumas vezes durante o rito. Depois do batismo, mesmo constrangida, a família atendeu ao pedido do padre de tirar uma foto.

Symone, tia da bebê, também se surpreendeu com a atitude ríspida do religioso. Ela também aparece no vídeo.

"Nos sentimos péssimos e estamos revoltados com essa atrocidade dele. Naquele momento nós não tivemos atitude para tomar providências e contê-lo ali mesmo até porque tinham outras crianças sendo batizadas, e seus batismos foram feitos com todo carinho e paciência, totalmente diferente do batismo da nossa pequena Jhullie. Se é que podemos chamar de batismo", disse.

Segundo a família, o registro foi feito por uma convidada e madrinha da criança. A família contou ao g1 que decidiu compartilhar o vídeo não só por indignação, mas para que a situação não se repetisse com nenhuma outra criança.

“Ele acabou com nosso dia. Mas Deus é tão bom que o vídeo postado teve milhares de visualizações e todo esse apoio que estamos tendo nas redes sociais vai ajudar muito para que a justiça seja feita”, comenta a tia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias