Quarta, 19 de Junho de 2024
83 998222992
Anúncio
Polícia BARBARIDADE

VÍDEO: Pai e madrasta são presos após torturar e matar menino de 8 anos

Criança de 7 anos foi encontrada nu e com sangramentos pelo corpo; Conselho Tutelar já havia recebido denúncias de maus-tratos

07/05/2024 20h55 Atualizada há 1 mês
Por: Mídia Paraíba Fonte: Com JornalJP/MÍDIAPARAÍBA
O menino de 7 anos foi encontrado nu e com sangramentos pelo corpo
O menino de 7 anos foi encontrado nu e com sangramentos pelo corpo

O pai e a madrasta de uma criança encontrada morta com sinais de tortura em Vinhedo (SP) foram presos pela polícia nesta segunda-feira (6).

O menino de 8 anos foi encontrado nu e com sangramentos pelo corpo em um imóvel localizado no Parque das Paineiras, por volta do meio-dia. A provável causa da morte é espancamento.

O Conselho Tutular já monitorava a família após denúncias de maus-tratos contra o menino.

Testemunhas relataram que o pai e a madrasta saíram de casa após os fatos em uma moto, com destino à Rodovia Miguel Melhado de Campos, que liga Vinhedo ao Aeroporto de Viracopos. Eles foram capturados pela polícia e encaminhados à Delegacia.

Testemunhas relataram que o pai e a madrasta saíram de casa após os fatos em uma moto, com destino à Rodovia Miguel Melhado de Campos, que liga Vinhedo ao Aeroporto de Viracopos. Eles foram capturados pela polícia e encaminhados à Delegacia.

Ao chegarem no Plantão Policial, o casal foi hostilizado pela população.

Pai e madrasta são presos suspeitos de matar criança com sinais de tortura.

Familiares informaram à EPTV, afiliada TV Globo, que o menino foi criado pelas tias, uma vez que o pai cumpriu cinco anos de prisão pelo crime de roubo. O menino teria sido abandonado pela mãe.

A criança teria voltado a morar com o pai há cerca de um ano. Segundo os familiares, a madrasta maltratava o enteado por ciúmes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias